Artigo – Investimento da empresa na qualificação dos funcionários

Um dia ouvi um empresário afirmar que considerava perda de tempo investir em treinamento de seus funcionários porque, segundo ele, depois de treinados os colaboradores estariam mais habilitados para ganhar mais no mercado e não ficariam na sua organização. Por mais que pareça absurdo, ainda existem alguns empresários que resistem em investir na qualificação de seus profissionais.

A pergunta é: se não investir, qual será o resultado em relação à eficiência e excelência profissional prestada pela empresa? Ao investir na qualificação dos componentes da empresa, melhora-se a qualidade do trabalho, e grande parte dos colaboradores se mantém comprometida. As empresas oferecem a qualificação porque querem um trabalho de melhor qualidade, mas é também um filtro para manter aqueles interessados em evoluir e crescer. Programas como processos de trainees, qualificação técnica e parceria com cursos de graduação e pós-graduação e universidade corporativa são alguns exemplos de investimento na equipe, que a habilita para novas funções, já que o trabalho de todos é beneficiado. Cursos de qualificação são excelentes para o colaborador sentir-se valorizado e orgulhoso de fazer parte da equipe.

Com a autoestima valorizada e elevada, rende mais e será mais eficiente e eficaz com as tarefas a ele designadas. Várias são as pesquisas que apontam para o sucesso nos investimentos na formação dos colaboradores, pois alcançam maior produtividade, eficiência e lucratividade. Palestras e treinamentos in company são excelentes ferramentas para incentivar as pessoas a aperfeiçoarem seus talentos, confiarem mais em si mesmas e ampliarem seu desempenho individual e profissional, melhorando a capacidade de administrar o tempo, a habilidade de analisar problemas e encontrar soluções, as aptidões interpessoais e de comunicação e o trabalho em equipe, minimizando os conflitos. Mas, se qualificar o próprio colaborador traz tantos benefícios, por qual razão nem todas as empresas praticam isso? Existem duas grandes razões: desconhecimento e medo.

Desconhecimento, porque alguns empresários enxergam como “gasto” a qualificação, em vez investimento que traz a médio prazo qualidade e lucro para a organização. E medo, porque como foi dito, depois do investimento o colaborador pode sair da empresa para trabalhar no concorrente.

Não há o que temer, o melhor ainda é investir na qualificação dos funcionários, pois isso atrai os que querem se tornar melhor e afasta os que não têm esse interesse.

Lourenço Mascarenhas é gestor em Recursos Humanos, consultor e palestrante – CRA 20587/ES

Esportes de aventura

Cuide da saúde entrando em contato com a natureza   A vida urbana trouxe uma série de comodidades, mas a parte ruim dessa história é que todo…

leia mais